JCar Guincho 24h 999058680 – O Whatsapp no Guincho

whatsup

Grupos no Whatsapp – Guincheiros Reunidos

Já não há mais novidade nas organizações de grupos por meio do App “Whatsapp”. Um novo vício de informações e necessidade em se colocar, em alguns casos as 256 vagas são disputadas á miúde pelos seus pretendentes, sim há um limite de participantes. A facilidade integra as pessoas sem estarem presentes e as ocupa se assim o quiserem, caso não, ficam as conversas gravadas para serem vistas posteriormente. Não imaginaria meu pai já falecido uma coisa dessas. Um salto fenomenal na praticidade e na inclusão de pessoas. A maioria não se conhece pessoalmente, as vezes caso se encontrem estraga.

No mundo do Guincho não é diferente, quem participa de um grupo desses sabe das vantagens que essa integração trás. Poe em contato de uma forma pratica e eficiente veteranos e novatos, Guincheiros e Guincheiras, tímidos e despachados. Surgem figuras interessantes, apelidos, ícones, chavões e jargões inteligentes e engraçados.

Obtemos vantagens e situações sem ao menos nos dar conta:

Bom dia: Não adianta querer regrar os grupos, não se entende por qual razão, mas pela manhã a sua caixa postal estará entupida de “bons dias” digitais. Marca de sua entrada no dia para dizer que está á postos para o debate e participação.

Segurança: Não é raro um participante comunicar onde está indo fazer um atendimento principalmente se for para um destino mais distante, perigoso ou no tardar da noite. Todos ficam sabendo e há um monitoramento natural. Simplesmente acontece e sem uma regra definida, não combinada. Um cuida do outro. Creio que as pessoas em uma emergência intuitivamente avisariam primeiramente a um grupo no Whatsapp para que eles tomem alguma providencia antes mesmo de ligar para a policia ou bombeiros.

Motivação: Não é rara a criação de um muro de lamentações quando os negócios não vão bem, mas surpreendentemente surgem os otimistas que levantam o astral do grupo aniquilam por completo quaisquer chances de esmorecimento, uma terapia em grupo digital, e ainda de graça.  Como um Guincheiro gosta de dizer quantos serviços fez, se está sem fazer nenhum ou até pedindo uma indicação dos colegas informando a sua localização.

Melhoria de procedimentos: Riquíssimo campo para o aprendizado, tantos para os Guincheiros novatos como para os veteranos, as longas discussões levam a cabo a maneira em se usar a técnica, descobre-se que há talentos valiosíssimos com ideias por vezes simplistas, porém eficazes, baseadas nas experiências diárias de quem já passou por aquela situação, alcançando maior rapidez na execução e redução do custos.

Situação do trânsito e condições do tempo: Não adianta, se você participa de um grupo de Guincheiros mesmo que não queira, estará por dentro de todas as condições do trânsito e da meteorologia em tempo real. Melhor do que no rádio. Guincheiro em engarrafamento se coça para informar ao grupo que o trânsito está parado e as suas causas. A chegada da chuva é acompanhada de perto e informada a cada instante, cada Guincheiro em sua localidade se apressa em dar sua quota de previsão do tempo, criando a expectativa de boas noticias as chuvas representam maior fartura nos serviços e para o desespero das seguradoras.

Balizamento de preços: Ai a coisa pega fogo, Guincheiro não admite a desvalorização dos serviços, sabe de cor os custos do Diesel, Arla32, gastos de pneus e a depreciação do Guincho. O preço é informado e debatido a cada serviço, varias são as fórmulas e variáveis, por km rodado, pelo tempo gasto, pelo trabalho de carga, pelo trecho de terra. Os mais novos aprendem, todos se balizam e acaba saindo o valor mais justo. A noite é mais caro, na madrugada o dobro, e lá vai o Guincheiro deixando seu conforto e família para socorrer alguém, isto tem um preço. Alguns debatem os pedidos de pechincha dos clientes, os argumentos com os clientes também fazem parte do debate ” Chame um táxi e verá como é barato pois levo você e seu carro junto”. Surgem também diversos apelidos aos Guincheiros que abaixam muito o preço do atendimento, “Mago” é o mais comum deles devido a mágica que o fulano faz para cobrir seus custos. Sempre há participantes que aproveitam a informação colhida no grupo para abaixar o preço e pegar o serviço na frente de quem informou, isto causa grande indignação.

Aquisição de peças e equipamentos: Sempre que um Guincheiro precisa de uma manutenção ou peças o grupo o socorre com indicações em busca de maiores vantagens ou preços. Os produtos são avaliados pela experiência de cada um e se chega em instantes a total interação sobre o assunto, indicações responsáveis e de bom preço com endereços e telefone de fornecedores finalizam a sessão. No nosso caso furtaram uma bateria de um caminhão e em poucos minutos já tínhamos o preço pela metade do valor de mercado incluso a entrega e instalação. Muito eficiente e eficaz.

Negociação de Veículos: Melhor que a OLX e Mercado Livre juntos, postar em um meio desses é negócio certo, pois o mercado está ali representado e repleto de informações e oportunidades. Quem é do ramo sabe quem está vendendo e que está querendo comprar e se vale a pena.

Mão de obra: Uma grande fonte de Recursos Humanos e já com a seleção gratuita inclusa, se precisar de um sócio ou um motorista para ser colaborador é só postar, mas cuidado, seu sossego vai acabar. O próprio mercado filtra os bons profissionais, os problemáticos e os não éticos. Mais rico que o Facebook, portanto com um mercado pequeno e um grupo grande tão bem informado requer cuidados na profissão para não se queimar.

Companhia: Guincheiro é um Lobo solitário, fica por vezes horas a fio na cabine do veiculo aguardando ser acionado para um atendimento, nada melhor que trocar impressões e participar do Grupo, incontrolável quando parado, proibitivo ao dirigir. Segurança e multas deveriam fazer o participante silenciar mas não são suficientes para postergar sua publicação. Disputa desleal querer incentivar a leitura de livros neste momento de ócio, o Whatsapp ganha de lavada.

Retorno vazio: Uma das maiores vantagens em ser um participante de grupo de Guincheiros. Se o serviço está perto de sua base com certeza será lembrado e algum colega deverá direcioná-lo ao seu telefone, isto poderá ser tanto de dia como de madrugada. Falando nisso há os plantonistas da madrugada, os plantonistas de araque e os Guincheiros dorminhocos. Todos estão de plantão. Todos os dias. A cortesia em se indicar um serviço é muito bem vista pelo grupo que retribui também com serviços. A troca de cortesias aumenta os lucros dos Guincheiros mais próximos do cliente, beneficia a ambos pois o preço se ajusta a necessidade e a distancia a ser percorrida. Realizado o serviço o participante se apressa em informar que está voltando vazio na esperança de ser lembrado para uma carga que pelo menos lhe cubra os custos da viajem anterior. Na maioria das vezes não dá certo, mas a esperança é a ultima que morre.

Satisfação em conhecer: 80% dos integrantes dos grupos não se conhecem pessoalmente, quando isto ocorre há uma espécie de festejo velado pois o parceiro agora revelado pessoalmente se trata de um companheiro de longa data em dias de muito trabalho, noites de plantão e debates infindáveis sobre os mais variáveis assuntos. As vezes é interessante outras como havia dito anteriormente, estraga. Esta pseudo tese se confirma diante da tamanha facilidade em se combinar um churrasco com a turma do grupo. Um lança a ideia e em breve estarão em grande parte reunidos. É que nem pólvora e fosforo. Não se engane estes encontros são muito leves respeitosos e familiares. Uma curtição.

Conflitos: Não é rara uma massiva quantidade de mensagens relacionadas aos conflitos. Imaginem mais de 256 pessoas debatendo divergências, muitas vezes agravados por problemas pessoais, extravasam no grupo suas frustrações, problemas e o caos se instala, as reações logo se apresentam em volumes imprevisíveis. Nada é linear, esta é a graça da coisa. O bico aparece, saem do grupo, tipo “estou ofendido, minha punição é a minha ausência”; logo logo estará de volta ou alguém o busca ou ele mesmo arruma uma forma de ser “voltado”.

Quando a coisa parece que está se apaziguando e voltando a normalidade entram novos participantes, a regras desabam, os administradores se irritam e a bagunça reina novamente. Nunca mais será o mesmo, a coisa é muito dinâmica, água de rio que já passou não volta. Os participantes são outros e nada na verdade se repete. Graças ao bom Deus.

Conclusão: Não há como se detectar ao certo qual a motivação, seja por cortesia, ou pela própria natureza humana da satisfação em ser útil ou em se colocar em situação de crédito. A verdade é que é um instrumento que veio para ficar, os grupos se formam, a praticidade e a não necessidade de  presença física facilita muito o tramite e debate das informações. Estamos na era da luz, da clareza, nada mais se esconde, a informação liberta mesmo e é em tempo real. Como tudo em excesso é prejudicial, com o tempo haverá o amadurecimento tanto das regras de participação como também da avaliação se vale ou não a pena estar lá.

Gosto de um conceito de Roberto Shinyashiki que já foi em tempos áureos o psicólogo da Seleção Brasileira de Futebol: “Se quiser ser um campeão, ande com campeões” Entre em um grupo de quem te leva pra frente e para cima, descarte os inúteis, os inéticos e o de pessoas reativas demais. Pessoas tóxicas estão fora de moda. Pouco porém honesto.

Até a próxima,

Jorge Sória Canela

Gestor JCar Logística

 

JCar Logística – Guincho Brasília DF, entorno (61) 3702 8680 / 99905 8680 / 98466 2213

www.jcarlogistica.com.br

 

15 Comentários
  1. Gostei da sua publicaçao dos guincheiros no zap; continue colocando as suas ideias do que rola no nosso dia/dia .Afinal somos lobos solitários mesmo e para sair do ocio guando estamos aguardando alguns servicos precisamos de muita leitura.parabéns!!

  2. Obrigado Mario pelo comentário, a leitura nos remete ao dia a dia de forma suave e comportamental. Grande Abraço

  3. Boa noite! gostei muito texto. Parabéns! Continue publicando.

  4. Parabéns pelas sábias palavras

  5. Palavras muito sabias, é um prazer fazer parte do referido grupo de guincheiro, estou envolvido a mais de 5 anos diretamente com esse mundo já vimos de tudo mais tudo é novo…

    Sr Jorge canela “sábio”

    • Agradeço Alexander pelas referencias. Dura é a rotina dos homenageados por este post que matam um leão por dia, estes sim são os batalhadores e merecedores de referencias.

  6. Muito bom o texto Sr.Jorge,falou tudo.aonde nós trabalhadores e pessoas simples,possamos nos conhecer melhor a aprender e a ensinar no dia a dia ,através de um grupo de whats. Continue escrevendo sempre!!!

  7. Parabéns … Não te conheço pessoalmente mais sei que uma pessoa muito especial e querida …
    Sábias palavras para descrever sobre essa classe.

    • Obrigado Bruno pela msg e pela leitura. Premio de Bloguista é ver que o texto foi lido, isto me trás satisfação. Abr

  8. gostei muito do seu texto mais como que faz pra entro no grupo de voces do zap eu tenho uma pequena firma de guincho aki em juiz de fora MG?

    • Meu caro, obrigado pela visita e leitura. Já lhe inclui em vários grupos nacionais de guincheiros e retornos, basta aguardar e participar obrigado.Sugiro que também participe do grupo de Watsapp da ABRAGUIN, entretanto não tenho acesso ao de Minas Gerais pois somos do grupo do DF. Boa sorte

  9. Parabéns pelas as palavras bem colocar e com grande significado. Sou guincheiro novo mais sempre vou lutar para o melhor de todos.Sei que é difícil mais e igual o senhor falou, quando citor no texto. Acompanhe os melhores que vc será o melhor e um campeão.

Deixe uma resposta